Voz(es) de resistência: as manifestações de junho de 2013 em Salvador

DISCENTE:

ANA CAROLINA DANTAS SANTOS

RESUMO:

Sob o pano de fundo das manifestações de 2013, em Salvador, essa dissertação traz como objetivo pensar o significado e o valor das redes online enquanto vias condutoras para (re) construção de uma identidade política e participativa em meio à diversidade cultural. Essa temática nasce a partir da eclosão rizomática de uma série de manifestações multitudinárias que se dava desde dezembro de 2010, inspiradas na Primavera Árabe, e que explode no Brasil em Junho de 2013, com um ciclo de protestos capitaneado pelo Movimento Passe Livre. A pesquisa volta-se para a construção de novos sentidos dados pelos atores sociais à atuação política e à sua biografia de ativismo, estas circunscritas em um processo disruptivo que proporciona a abertura de novos espaços de participação política, donde se destaca o terreno ciberespacial. A internet e as novas tecnologias de informação e comunicação (NTICs) parecem contribuir não só para um novo fazer político, mas também para a emergência de novos perfis de ativismo. O estudo se desenvolve com o aporte da Metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) e traz como pano de fundo as perspectivas de participação de membros ativos do Coletivo Tarifa Zero (CTZ), coletivo baiano membro da federação do Movimento Passe Livre.

PALAVRAS-CHAVE:

Manifestações, redes sociais, ator político, identidade, cultura, ciberespaço, discurso do sujeito coletivo, Movimento Passe Livre, Coletivo Tarifa Zero.

MEMBROS DA BANCA:

Interno: JOSE ROBERTO SEVERINO

Interno: MESSIAS GUIMARAES BANDEIRA

Externo ao Programa: PATRICIA VALIM

LOCAL:

Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC)

Português, Brasil
Data da Defesa: 
sábado, 3 Agosto, 2019 - 14:00